Na Itália, onde integra missão oficial liderada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM/RJ), o líder da bancada do PSD, deputado federal Marcos Montes (MG), participou neste 02/11 – Dia de Finados, de cerimônia especial no Monumento Votivo Militar Brasileiro que reverencia os pracinhas que combateram pela Força Expedicionária Brasileira (FEB).

A homenagem é prestada anualmente, nesta data, pelas autoridades italianas aos militares brasileiros mortos durante a II Guerra Mundial – o conflito mais sangrento e com maior número de vítimas da história da humanidade, e que se estendeu de setembro de 1939 a agosto de 1945, com um saldo estimado de 60 milhões de mortos.

“Foram momentos de muita emoção, com a participação, inclusive, de ex-combatentes italianos, que fazem questão de demonstrar o respeito e a admiração pelos brasileiros que lutaram na Itália” – contou Marcos Montes, em contato com sua assessoria no Brasil.

Na Europa, os pracinhas participaram do IV Corpo do 5º Exército dos Estados Unidos. Milhares ficaram feridos, e 467 morreram. “Mais de 80 deles eram mineiros” – lembrou Marcos Montes, que tem base política e eleitoral em Minas Gerais, sendo majoritário no Triângulo Mineiro e em várias cidades de outras regiões do estado.

Os brasileiros chegaram a conquistar cidades inteiras, entre elas, de Monte Castelo e Montese, sendo que, em Collecchio e Fornovo, cercaram e aprisionaram uma Divisão de Infantaria Alemã.

De acordo com a história, o então presidente do Brasil, Getúlio Vargas – que se mantinha neutro, declarou guerra à Alemanha de Adolf Hitler e demais países do Eixo em agosto de 1942, após o naufrágio de mais de 50 navios brasileiros, em águas nacionais, torpedeados por submarinos alemães, com um saldo foi de cerca de mil brasileiros. A população foi às ruas no Rio para pedir um posicionamento do então presidente.

MAIS EMOÇÕES

Integrante/convidado da missão oficial em viagem a Israel, Palestina, Itália e Portugal, Marcos Montes também vivenciou momentos históricos em menos de 24 horas durante visitas a Israel e Palestina. No primeiro caso, o grupo participou de reunião com o presidente do parlamento de Israel, Yuli-Yoel Edelstein e conheceu o Museu do Holocausto – oportunidade em que foi recepcionado pelo embaixador do Brasil naquele país, Paulo César Meira de Vasconcellos.

O segundo momento especial aconteceu quando a comitiva se encontrou com o presidente da Autoridade Nacional da Palestina, Mahmoud Abbas. Os parlamentares brasileiros também se encontraram com o secretário-geral do Conselho Legislativo Palestino, Ibrahim Khrishi.

Vale lembrar que a busca pela paz entre Israel e Palestina tem sido motivo de articulações mundiais, e chegou a ganhar impulso durante a passagem de Barack Obama pela Casa Branca.

Em comentário para sua assessoria através do WhatsApp, Marcos Montes refletiu que “são duas NAÇÕES que merecem nosso reconhecimento” – deixando claro que reconhece os dois ESTADOS.

*Deputado federal majoritário no Triângulo Mineiro e em várias cidades de outras regiões do Estado, Marcos Montes é médico, está no terceiro mandato na Câmara; é líder do Partido Social Democrático (PSD) – a 5ª maior bancada, com 39 parlamentares; fundador e presidente do partido em Uberaba; é membro e ex-presidente (2015/2016) da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA); ex-prefeito de Uberaba em duas gestões, e ex-secretário de Estado de Desenvolvimento Social e de Esportes em Minas Gerais

FOTOS: EX-COMBATENTES ITALIANOS, PLACAS INDICATIVAS DOS BRASILEIROS QUE FORAM ENTERRADOS NO LOCAL E O DEPUTADO MARCOS MONTES EM FRENTE AO MONUMENTO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here