Direção do Hospital de Clínicas (HC) e Reitoria da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) reuniram parceiros esta semana para um café da manhã, oportunidade em que anunciaram que a instituição está oficialmente habilitada pelo Ministério da Saúde como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia – Unacon, incluindo serviços de radioterapia e hematologia.

Além do reconhecimento, o HC/UFTM também passa a receber um aporte financeiro em torno de R$ 2,3 milhões por ano pela prestação de serviços.

É que, com a publicação da portaria que oficializou o credenciamento, o hospital, a partir de 1.º de fevereiro, terá direito a ser pago pelos atendimentos de alta e média complexidades em radioterapia e onco-hematologia, bem como pela irradiação de plaquetas e hemácias.

Apesar de habilitado como Unacon desde setembro de 2007, o Hospital de Clínicas ainda não era remunerado pelos serviços de radioterapia e onco-hematologia, em razão de a portaria não ter sido publicada antes.

Articulações

Articulador da oficialização junto ao Ministério da Saúde, o deputado federal Marcos Montes (PSD/MG) foi o convidado de honra no café da manhã do HC/UFTM.

De acordo com o superintendente do HC, Luiz Antônio Pertili Rodrigues de Resende, a habilitação é um marco para a instituição e vai trazer benefícios em longo prazo para a saúde no Triângulo Mineiro.

O pagamento pelos serviços permitirá a expansão na produtividade, adequação da área física e contratação de pessoal, com destaque para a especialidade de câncer pediátrico. Esses avanços vão impulsionar o reconhecimento como Cacon, que passa a ser meta muito importante”, afirmou o superintendente.

Ele se refere ao fato de a mudança abrir caminho para a futura formalização do HC/UFTM como Centro de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia – Cacon -, momento em que poderá ser considerado centro de referência no tratamento de câncer para Uberaba e região.

Para a reitora da UFTM, Ana Lúcia de Assis Simões, o credenciamento significa preparar a instituição para a demanda crescente na área do tratamento oncológico. “O investimento na atenção em hematologia e radioterapia indica um cuidado especial para com os pacientes”, avaliou.

Majoritário em Uberaba e no Triângulo Mineiro, Marcos Montes reforçou seu apoio ao HC e à UFTM, inclusive antecipando que seu próximo movimento será trabalhar pela posição de Cacon.

Acompanhado pelo titular da Secretaria de Saúde de Uberaba, Iraci Neto, o parlamentar lembrou que o HC e a UFTM são de extrema importância para a saúde e a educação no Triângulo e em Minas Gerais.

Ações e parcerias

Pra se ter uma ideia do volume de atendimentos na área, entre janeiro e novembro de 2017, foram registrados no HC/UFTM 207 pacientes em tratamento de radioterapia; irradiação de 1.547 bolsas de hemocomponentes; 1.613 quimioterapias hematológicas em adultos e 467 em crianças.

Participaram também, do café da manhã, esta semana, o gerente de Ensino e Pesquisa do HC, Dalmo Correia Filho; o chefe da Unidade de Oncologia, Hematologia e Hematoterapia, Leonardo Rodrigues Oliveira; o presidente da Fundação de Ensino e Pesquisa de Uberaba – Funepu -, José Eduardo dos Reis Félix; a presidente da Organização dos Amigos Solidários à Infância e à Saúde – Oasis – Vera Santos; o hematologista Helio Moraes de Souza e chefes de Unidades, Setores e Divisões estratégicas do Hospital de Clínicas.

Foto

RECEPÇÃO – Marcos Montes foi recebido pelos anfitriões do HC/UFTM com um café da manhã simples, mas em clima de comemoração pela notícia aguardada há duas décadas (Fotos: Marco Aurélio Ferreira Cury) 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here