Vou iniciar esta reflexão lembrando uma frase que nos remete a duas ideias antagônicas…

MINAS SÃO MUITAS…

Eis uma verdade incontestável e bela em sua essência…

Afinal, são 853 cidades distribuídas entre 66 microrregiões com características próprias – tanto no que diz respeito a potencialidades quanto a dificuldades…

Mas acima de tudo Minas são muitas culturas…

Quero aqui, me reportar a apenas uma delas – a CULINÁRIA…

Quanto engano de quem acha que Minas tem apenas uma COMIDA MINEIRA!

Na verdade, são muitas comidas típicas mineiras!

Tem sim, o angu e o tutu de feijão – e tem o leitão à pururuca, mais a vaca atolada…

tem o pão-de-queijo, o queijo, a canjiquinha, o frango ao molho pardo, a goiabada, o doce de leite…

Mas, nossa culinária é sinônimo de diversidade – provavelmente a mais ampla do Brasil…

Também tem o bambá de couve, a ambrosia, o quibebe… tem o frango com quiabo e o arroz com pequi…

Sem esquecer o bolinho de mandioca frito e o doce de abóbora…

Acomida típica mineira é um espelho da cultura mineira de um modo geral…

Impossível citar todas as suas formas…

Entretanto, a frase MINAS SÃO MUITAS também nos remete a uma triste realidade ….

Nos remete à maneira diferenciada com que suas macro e microrregiões e suas cidades têm sido tratadas nos últimos anos…

Não é segredo pra ninguém a importância que tem o interior de Minas Gerais na minha trajetória pessoal e política…

Enas minhas andanças pelo interior me entristece perceber que falta planejamento por parte do poder central, falta comprometimento, falta criatividade, falta uma política adequada às diversidades de Minas Gerais…

Sim! MINAS SÃO MUITAS em diferenças culturais e territoriais …

Mas é preciso reconstruir Minas para torná-la uma só … para torná-la uma única Minas em respeito, em políticas públicas, em valorização…

Que a mesma atenção dispensada à nossa querida capital Belo Horizonte seja também dispensada ao Noroeste de Minas; ao Sul de Minas; ao Vale do Jequitinhonha; ao Vale do Mucuri; ao Triângulo Mineiro; ao Alto Paranaíba; à Zona da Mata; ao Norte de Minas; ao Centro-Oeste; ao Rio Doce…

QUE DEUS ABENÇOE MINAS GERAIS PARA QUE SEUS PRÓXIMOS ANIVERSÁRIOS JÁ SEJAM MARCADOS POR MUDANÇAS POSITIVAS…

* Por Marcos Montes

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here