Com a presença de boa parte dos candidatos a deputado federal e deputado estadual aliados e com base em Uberaba, o Movimento Mulher (MM) – grupo que acompanha o candidato a vice-governador da coligação Reconstruir Minas, deputado federal Marcos Montes, desde suas primeiras eleições, se reuniu na noite de 13/09, quinta-feira, para refletir sobre estratégias da campanha na cidade.
Encontro foi organizado pela líder do MM, a ex-primeira-dama Marília Andrade Montes, esposa do candidato a vice, em parceria com a atual primeira-dama de Uberaba, Heloísa Piau.
O Movimento Mulher atua nas campanhas de Marcos Montes desde sua primeira disputa para prefeito (foi reeleito), e em seguida para deputado (três mandatos), e participou ativamente da reeleição do aliado Paulo Piau em 2016 (vitorioso no 1º turno).
Ao longo da reunião, os microfones foram abertos e várias mulheres usaram a palavra – muitas para lamentar a situação política atual, mas todas para manifestar apoio ao movimento.
Em nome do Movimento Mulher, falaram a diretora regional do Vale do Rio Grande da Fiemg – a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, Elisa Araújo; Heloísa Piau e Marília Andrade, além da convidada Teresinha Cartafina.
A PALAVRA COM ELAS
Um dos depoimentos mais esperados da reunião ficou por conta da diretora regional do Vale do Rio Grande da Fiemg.
“Precisamos votar em quem nos representa” – disse Elisa Araújo, pregando o voto em candidatos compromissados com Uberaba. A Fiemg Vale do Rio Grande está, por sinal, em campanha pela eleição de candidatos da região.
Elisa Araújo refletiu que não é momento para votos de protesto, mas sim, para votos de mudança, de compromisso com o desenvolvimento de Uberaba e do Triângulo Mineiro.
Em seu depoimento, a primeira-dama Heloísa Piau disse que o projeto da reconstrução de Minas passa por Uberaba, lembrando que pela primeira vez a cidade é valorizada com a escolha de um “filho” para ser o vice. Para ela, o voto majoritário em Anastasia é o voto em Marcos Montes, e portanto, o voto em Uberaba.
Destacou ainda, a importância de o eleitorado de Uberaba eleger candidatos proporcionais que sejam compromissados com a cidade. E ressaltou a força da mulher nas eleições.
A ex-vereadora e ex-primeira dama Teresinha Cartafina lembrou sua trajetória política e sua luta em favor de Uberaba. E disse que estava ali, pedindo o engajamento de todas em escolhas que beneficiem a cidade.
“Uberaba tem candidatos capazes de representar a cidade; não há necessidade de buscarmos candidatos longe daqui” – pregou. E as mulheres – na sua opinião, podem decidir as eleições a favor de Uberaba e da sua população.
Marília Andrade começou seu depoimento citando a psicóloga, militante das causas da mulher e ex-vereadora Lélia Inês, que morreu há cerca de dois anos. Lembrou que subiu pela primeira vez em um palanque levada pela Lélia – principal idealizadora do Movimento Mulher.
Destacou que Uberaba tem quase 220 mil eleitores, e que 54% são mulheres. “É um percentual que nos coloca em condições privilegiadas, com uma força de decisão sem precedentes” – afirmou.
Disse que sempre se surpreendeu pelo fato de as mulheres serem discriminadas, apesar da força numérica e da constatação científica de que não ficam nada a dever aos homens em termos de raciocínio lógico.
“Não queremos ser superiores; queremos sim, nossa igualdade de direitos e deveres – mas só tivemos direito ao voto na década de 1930” – desabafou.
Segundo ela, as mulheres, além do raciocínio lógico e da força numérica, também possuem o dom da sensibilidade, do compromisso com a paz, da solidariedade. “Estamos precisando de paz mais do que nunca e as mulheres podem fazer a diferença” – ressaltou Marília.
ESPAÇO
Dois homens também tiveram direito à palavra. O prefeito Paulo Piau destacou a presença de uma primeira-dama, sua esposa Heloísa, e de duas ex-primeiras-damas, Teresinha Cartafina e Marília Andrade, para reforçar a importância da reunião do Movimento Mulher. Pediu aplausos para a trajetória de vida de cada uma delas, lembrando a importância que tiveram – e tem, nas administrações municipais de Uberaba.
Paulo Piau convidou as mulheres a fecharem questão com o Pacto de Uberaba – movimento lançado recentemente pelas lideranças de variados segmentos econômicos, comunitários e políticos da cidade. “Vamos votar nos candidatos comprometidos com Uberaba” – pregou o prefeito, ressaltando a importância de se eleger a dobradinha majoritária da coligação Reconstruir Minas – Antonio Anastasia governador e Marcos Montes vice-governador. E escolher os candidatos proporcionais – deputados, entre os que possuem compromisso comprovado com a cidade.
EMOÇÃO 
“Sou eternamente grato ao Movimento Mulher, e foi com grande emoção que as encontrei novamente reunidas – a maioria delas de antigas lutas e vitórias, enquanto outras são mais recentes, e agora todas juntas conversando sobre a reconstrução de Minas” – se emocionou Marcos Montes, ao marcar presença no encontro, após acompanhar o candidato a governador, professor Antonio Anastasia, em viagem a cidades do Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba.
“Não sei o que mais me deixa honrado – se ter a Marília ao meu lado; se ter sido escolhido pelo professor Anastasia para ser seu vice; se poder, mais uma vez, contar com o apoio do Movimento Mulher” – disse ele.

As fotos são de Marco Aurélio Ferreira Cury e podem ser conferidas em álbuns publicados nas páginas de Marcos Montes e Marília Andrade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here