Às voltas com uma crise sem precedentes por causa da retenção de recursos constitucionais por parte do governo Fernando Pimentel (PT), a administração municipal de Uberaba ainda consegue tocar uma série de obras, inclusive na Saúde – segmento que tem mais de R$ 48 milhões de dívida para receber do Estado. E foram justamente as obras da Saúde que chamaram a atenção esta semana, com vistorias feitas pelo secretário Iraci Neto, o secretário-adjunto Luciano Paiva, e o diretor da Secretaria de Obras, Marcelo Carvalho.

Duas obras importantes estão sendo viabilizadas com recursos de emendas individuais do deputado federal Marcos Montes (PSD/MG) – referentes ao período 2017/2018.

O parlamentar comemora: “Estou feliz de ver as fotos e informações que foram passadas à imprensa sobre o andamento das obras das duas UBS´s, especialmente do Residencial 2000, bairro que nasceu durante minha gestão de prefeito”.

Ele se refere à Unidade Básica de Saúde, viabilizada com recursos na ordem de R$ 839 mil e que deve abrir as portas em março de 2019. De acordo com o secretário Iraci Neto, cerca de 65% das obras estão prontas.

UBS Residencial 2000 terá três Estratégias de Saúde da Família, além de oferecer serviços tipo consulta médica, consulta de enfermagem, vacinação, coleta de papanicolau, ações do programa PSE, pesagem do bolsa família, odontologia, teste do pezinho, visitas domiciliares, nebulização, ações de prevenção (hanseníase, tuberculose e tabagismo), ações coletivas (gestantes, idoso etc) e NASF (Núcleo Ampliado de Saúde da Família).

REFORMA

Outro local vistoriado foi a UBS Inimá Baroni – que está mudando de endereço. Também com recursos de emenda do deputado Marcos Montes, a nova sede está recebendo investimentos na ordem de R$ 329,8 mil. Conclusão das obras está prevista para fevereiro de 2019.

De acordo com Iraci Neto, a mudança se fazia urgente e vai atender a população do Boa Vista – um dos maiores bairros de Uberaba, com uma estrutura adequada em termos de qualidade e quantidade de atendimentos.

“É muito bom poder colaborar com a viabilização de serviços públicos, especialmente na Saúde – um setor que tem sofrido bastante por causa da crise econômica nacional, agravada em Minas com a retenção de recursos por parte do governo do Estado” – diz Marcos Montes.

EMENDAS

Só para a Saúde, em Uberaba, o parlamentar destinou mais de R$ 6 milhões – liberados ou em fase de liberação no período 2017/2018.  Recursos foram direcionados ao Fundo Municipal de Saúde, hospitais e entidades que prestam serviços sociais na cidade.

“Valor é superior a tudo o que foi liberado pelo governador Fernando Pimentel para a Saúde do município no mesmo período” – revela Iraci Neto, titular da Secretaria de Saúde de Uberaba.

Foto de André Santos mostra as obras da UBS do Residencial 2000

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here