// Deputado Marcos Montes

Reeleito com 116.175 votos para seu terceiro mandato (2015/2018), o deputado federal Marcos Montes (PSD/MG) saiu das urnas na condição de majoritário em dezenas de cidades – sendo, inclusive, o mais votado na região do Triângulo Mineiro.

Nascido em 3 de agosto de 1949 na histórica cidade mineira de Sacramento, de onde se mudou ainda criança para Uberaba, ele é filho de Jurandir Cordeiro e Augusta Montes Cordeiro, e casado com Marília Andrade, com quem tem duas filhas.

Marcos Montes é médico e professor licenciado da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), com especialização em Medicina do Trabalho, Medicina Intensivista e Anestesiologia, e produtor rural. 

TRAJETÓRIA

Apaixonado por esportes, iniciou sua trajetória política como titular da Secretaria de Esporte e Lazer de Uberaba, e, a partir daí, se elegeu prefeito da cidade em dois mandatos (1997/2000 – 2001/agosto de 2004, quando assumiu o comando da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Esportes de Minas Gerais). 

Como prefeito se destacou na fomentação de uma série de projetos, criando, entre outros, a Guarda Municipal; a Defensoria Pública; o Centro de Atenção ao Idoso/Caism, e mais de 100 programas em saúde, voltados para todos os segmentos (crianças, adolescentes, mulheres, mães, idosos, doenças sexualmente transmissíveis/incluindo Aids). 

Preocupado com os adolescentes, criou o programa Primeiro Emprego, em que, através de parcerias com a iniciativa privada, sua gestão chegou a contratar, com carteira assinada, cerca de 2.000 adolescentes. 

E, em especial, criou o programa Bom de Bola, Bem de Rua, quando convidou para morar em Uberaba e contratou o bicampeão mundial de futebol Djalma Santos para comandar o programa, que chegou a ter, de uma só vez, mais de 4.000 crianças/adolescentes praticando o esporte. O bicampeão morreu em 2013, em Uberaba, vítima de pneumonia. 

LIDERANÇA

Marcos Montes se filou ao PFL em 1995, permanecendo na legenda quando esta foi transformada em DEM, e só mudando em 2011, para o então recém-criado Partido Social Democrático (PSD).

A convite da Presidência da República assumiu a vice-liderança do governo federal na Câmara dos Deputados, mas deixou a função ao ser eleito para liderar a bancada de deputados federais do PSD – cuja posse aconteceu dia 1º de fevereiro de 2017.

Marcos Montes é fundador e presidente do PSD de Uberaba, e coordenador regional do PSD/Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, somando conquistas importantes, inclusive nas eleições municipais de 2016.

FRENTE DA AGROPECUÁRIA

Foi eleito presidente do mais atuante colegiado do Congresso Nacional – a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) –, em mandato de dois anos e concluído dia 14 de fevereiro de 2017.

Pela primeira vez, em 14 anos de existência, a FPA recebeu um presidente da República em sua sede. A convite de Marcos Montes, Michel Temer almoçou na sede dia 12 de julho de 2016, reunião pragmática no sentido de abrir possibilidade de diálogo e de apontar que novos tempos estariam por vir. O próprio Palácio do Planalto tratou a visita como uma agenda positiva, e da parte da FPA, a sede foi pequena para tanta gente, entre deputados federais, senadores, lideranças nacionais da agropecuária que marcaram presença.

Na oportunidade, Marcos Montes entregou ao presidente da República um documento de sete páginas com 58 propostas para o setor, envolvendo Governança Institucional; Política Agrícola; Direito de Propriedade e Segurança Pública; Meio Ambiente; Infraestrutura e Logística; Defesa Agropecuária; Relações Trabalhistas.

Revindicações vão desde a oferta de crédito, principalmente para custeio; busca de capitais externos para financiar a agricultura; limitação da taxa dos juros controlados à inflação estimada; modernização das leis; implantação de um cadastro único, completo e atualizado dos produtores rurais e suas cooperativas; elaboração de uma Política Nacional de Armazenagem; priorização e destinação de recursos para pesquisas referentes a temas alinhados com o setor produtivo, principalmente relacionados às ameaças fitossanitárias.

FIRMEZA E JOGO DE CINTURA

Marcos Montes é conhecido e respeitado pela firmeza nas suas ações e opiniões, e, ao mesmo tempo, pelo tom conciliador com que exerce todas as atividades que assume.

Ex-presidente da Comissão Permanente de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, Marcos Montes representou a Câmara dos Deputados em viagem histórica à Ásia. A missão oficial, inicialmente chefiada pelo então vice-presidente Michel Temer, e, em seguida, sob o comando da então senadora Kátia Abreu, presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária, a conhecida CNA, acertou uma série de acordos com a China.

Em 2014 recebeu o Mérito Especial ABCZ, durante a 80ª ExpoZebu, pela atuação em defesa da agropecuária nacional.

Entre outras atividades, foi presidente da Comissão Especial da Câmara que analisou o projeto de lei que regulamenta e flexibiliza o uso de armas no Brasil; e integrou a Comissão do Impeachment da Câmara, apoiando e votando pelo afastamento da então presidente da República.

O deputado federal está sempre envolvido em proposições relacionadas à Saúde; Segurança Pública; Educação; Social; Municipalismo; Rural; Esportes;

Defensor do fortalecimento dos municípios, inclusive de mudanças na distribuição de tributos de forma a aumentar a participação dos municípios nos tributos que hoje estão centrados na União, Marcos Montes foi presidente da Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Rio Grande; vice-presidente da Associação Mineira dos Municípios; fundador e presidente da Frente Mineira de Municípios, e coordenador da Frente Nacional de Prefeitos.

CONDECORAÇÕES

*Diploma Destaque Nacional – Instituto Ambiental Biosfera e Instituto Brasileiro de Estudos Especializados, recebido em Caldas da Rainha, Portugal 
*Prêmio Integración Latino Americano – Câmara Internacional de Pesquisas e Integração Social, recebido em Curitiba, PR;
*Comenda da Ordem Municipal do Mérito Augusto César, Grau de Comendador, Câmara Municipal de Uberlândia;
*Medalha da Láurea Cruz do Combate de Santa Luzia, Prefeitura Municipal de Santa Luzia;
*Medalha Zumbi dos Palmares, Prefeitura Municipal de Uberaba;
*Grande Colar do Mérito Legislativo, Câmara Municipal de Belo Horizonte;
*Medalha Major Eustáquio, Câmara Municipal de Uberaba;
*Medalha Ordem do Mérito Legislativo do Estado de Minas Gerais, Assembleia Legislativa de Minas Gerais;
*Medalha da Inconfidência do Estado de Minas Gerais, pelo governo de Minas;
*Comenda da Ordem do Mérito Legislativo da Câmara Municipal de Sacramento;
*Diploma de Colaborador Emérito do Exército Brasileiro, Brasília;
*Títulos de Cidadania de várias cidades mineiras;
*Diploma de Colaborador Emérito da Polícia Militar de Minas Gerais, Belo Horizonte

// Destaque

PROPOSIÇÕES TRANSFORMADAS EM LEI

*Autoria: Lei sancionada pela Presidência da República, que criou a empresa individual de responsabilidade limitada – a Eireli. (Obs.: Detalhes da lei podem ser conferidos em link na capa deste site).

*Co-autoria: Lei promulgada pelo Congresso Nacional, de uma das emendas constitucionais mais aguardadas do meio artístico: a chamada PEC da Música, que concede isenção fiscal para a produção de CDs e DVDs.

TRANSPARÊNCIA

Marcos Montes faz questão de criar e manter o máximo possível de espaços democráticos, de forma que possa prestar contas de seu mandato, e ouvir a população.
Site: www.deputadomarcosmontes.com.br
Facebook: www.facebook.com/deputadomarcosmontes
Twitter: twitter.com/depmarcosmontes

Primeira visita de um presidente da república na sede da FPA.
Foto: Beto Barata

Reunião da bancada do PSD.
Foto: Cláudio Basílio de Araújo