// Palavra do Deputado

18/03/2018

A juventude tem a força

Bem-vindos... Abro a coluna hoje - Dia Nacional do DeMolay, rendendo homenagens à juventude que, de uma forma ou de outra, procura se engajar nas questões de interesse público. Sei que a economia brasileira está engatinhando rumo à sua recuperação, e que portanto, o desemprego ainda é grande e impacta muito diretamente nos jovens.

Compromisso - Entendo, porém, que justamente por isso, a juventude brasileira tem um compromisso com o presente pra melhorar o futuro. É preciso aproveitar cada oportunidade: o voto, por exemplo, é um direito democrático de manifestação – contra ou a favor. E não é só isso: participar da política, se candidatando, é outra forma de manifestação.

Educação - Também é importante que invistam na educação, de forma que possam disputar, de igual pra igual, as vagas do mercado de trabalho cada vez mais exigente – concluindo seus estudos, aprimorando seus conhecimentos com cursos extras, inclusive profissionalizantes.

Participação - E tão importante quanto o voto e a educação é o engajamento social, através do exercício da cidadania, do respeito às diferenças, da participação em ações que melhorem a inclusão em suas cidades, regiões, estados, e no Brasil de um modo geral.

Bons cidadãos - Por tudo isso faço questão de homenagear a Ordem DeMolay - uma organização filantrópica ligada à maçonaria que reúne jovens de 12 a 21 anos. O objetivo, segundo o estatuto da ordem, é “criar bons cidadãos, para respeitar as leis, conviver em harmonia com a sociedade, e auxiliar o próximo”. E é o que estes jovens procuram fazer.

Homenagens - Lembro, inclusive, que a Câmara dos Deputados idealizou duas sessões solenes para comemorar o Dia Nacional do DeMolay – uma já realizada na semana passada, e a outra programada para 19/03, segunda-feira.

A Ordem - Fundada em 1919 na cidade de Kansas (EUA), a instituição chegou ao Brasil em 1980, e hoje é administrada pelo Supremo Conselho da Ordem DeMolay para o Brasil (SCODB) e pelo Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil (SCODRFB). É associada ao Conselho Nacional de Juventude (Conjuve) que, por sua vez, é responsável por formular e propor políticas públicas de juventude.

Segurança - E por falar em Câmara dos Deputados, a segurança pública deve dominar os debates em plenário, ao longo da semana que se inicia. Destaque principal será o projeto que cria o Sistema Único de Segurança Pública (Susp) – uma proposta que visa disciplinar a integração de dados e ações estratégicas entre os órgãos de segurança pública. Coisa que hoje, infelizmente, não existe.

Violência contra a mulher - Outro projeto sobre segurança pública pautado é de autoria do Senado, que cria a Política Nacional de Dados e Informações Relacionadas à Violência contra as Mulheres (Pnainfo) com a finalidade de reunir, organizar, sistematizar e disponibilizar dados e informações referentes a todos os tipos de violência contra as mulheres.

Prioridade - Não é segredo pra ninguém que tenho dedicado grande parte dos meus mandatos à questão da segurança, seja apresentando projetos com o propósito de melhorar a situação, seja destinando recursos de emendas para colaborar com as políticas – tipo na compra de veículos, por exemplo. Entre os projetos estão os que agravam a punição para assassino de mulher que esteja sob proteção da lei e assassino de policiais. Outro projeto prevê o uso de recursos do tráfico para tratamento de dependentes. Também estou atuando junto ao Ministério da Justiça por uma série de reivindicações, incluindo o fortalecimento de delegacias da Mulher.

Arrojo - E aproveito o tema para cumprimentar o chefe do 5º Departamento de Polícia Civil – que abrande várias cidades do Triângulo Mineiro e tem sede em Uberaba, delegado-geral Heli Andrade, pelo arrojo e competência no exercício do cargo. Apesar das dificuldades, ele conseguiu reformar o prédio da antiga cadeia pública de Uberaba, transformando celas decadentes em salas para abrigar as diversas delegacias que funcionam na cidade. Faz muito com poucos recursos. Parabéns.

Um abraço e até a semana que vem.

*Marcos Montes é deputado federal majoritário em Uberaba, no Triângulo Mineiro e em várias cidades de outras regiões do Estado. É médico, está no terceiro mandato na Câmara. É membro e ex-presidente (2015/2016) da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). Liderou a bancada do PSD – a quinta maior na Câmara, na gestão 2017. É fundador e presidente do partido em Uberaba, onde foi prefeito em duas gestões. Foi secretário de Estado de Desenvolvimento Social e de Esportes em Minas Gerais

IMAGEM/JUVENTUTE EM DESTAQUE – O deputado federal Marcos Montes participou da sessão solene, na Câmara, dia 16/03, sexta-feira, em homenagem ao Dia Nacional do DeMolay (18/03)