// Palavra do Deputado

22/04/2018

A RECONSTRUÇÃO DE MINAS

Áureos tempos - Tem muita gente que, movida pela descrença, pela decepção, pelo impacto negativo da atual situação do Estado, chega a duvidar que nossa querida Minas Gerais possa voltar aos seus áureos períodos - aqueles que foram exemplo na economia, na cultura, na política.

Novos ares - Mas sou otimista e acredito que novos ares já estão circulando ao redor dos mineiros. O clima começou a mudar com o “sim” do senador e ex-governador tucano Antonio Anastasia à convocação para que dispute o governo de Minas Gerais. Um alento, sem dúvida alguma.

Compromisso - Tenho a alegria de testemunhar que outra indicação importante desses novos ares surge justamente do meu partido – o PSD. O apoio já declarado à pré-candidatura do senador consolida o compromisso da legenda com o povo mineiro.

Extrapartidário - Dito isso, entretanto, alerto para o fato de que o apoio à pré-candidatura de Anastasia extrapola a questão partidária. É o apoio à reconstrução de Minas. É dar chance para o mineiro voltar a ter orgulho de sua terra.

Gestão - Pela sua história de vida, sua ética, competência, dedicação e capacidade de gestão, Anastasia é preparado para retomar os áureos períodos de Minas. É o administrador em condições de recuperar o tempo perdido. É a pessoa que pode devolver Minas aos mineiros.

Democracia - Com Anastasia no governo, Minas passará por um processo de reconstrução - o que terá que ser feito sob a liderança de um verdadeiro democrata. Afinal, esta reconstrução precisará de uma ampla aliança, da participação de todos que desejam um futuro de qualidade. 

Paz - O senador também é um cidadão da paz. Além de voltar a ser exemplo na economia, cultura, política, Minas também precisa reassumir sua condição de exemplo de tolerância, de respeito às diferenças, de civilidade - que já foram suas marcas registradas.

Responsabilidade - Reafirmo que, unir forças em torno desse projeto ultrapassa a questão partidária. É sim, uma questão de responsabilidade.

*Marcos Montes está no terceiro mandato de deputado federal; foi líder (2017) e é vice-líder da bancada do PSD na Câmara; é membro e ex-presidente (2015/2016) da Frente Parlamentar Mista da Agropecuária (FPA); é majoritário no Triângulo Mineiro e em Uberaba – onde tem domicílio eleitoral e foi prefeito em duas gestões (1997/2000 – 2001/agosto de 2004, quando assumiu o comando da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Esportes de Minas Gerais)

**Esta coluna também é publicada semanalmente no Jornal da Manhã e Jornal de Uberaba

***SEMPRE MINAS – Em recente conversa no Senado, os mineiros Antonio Anastasia e Marcos Montes refletiram sobre projetos de interesse de Minas em tramitação no Congresso Nacional (Foto: Divulgação)