// Palavra do Deputado

31/12/2017

APESAR DAS VITÓRIAS, O DESEMPREGO E A CRISE NA SEGURANÇA E NA SAÚDE SÃO ANGUSTIANTES

CASA PRÓPRIA - Abro a coluna hoje, cumprimentando o prefeito de Uberaba, Paulo Piau, pelo projeto, e a Câmara de Vereadores pela aprovação unânime da doação de terreno para a construção da sede própria da Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Rio Grande – a Amvale.

Não é segredo pra ninguém minha paixão municipalista. Defendo sim, com unhas e dentes o fortalecimento, o respeito e o reconhecimento dos municípios, pois são eles os responsáveis de fato pelo desenvolvimento econômico, humano e social da Nação.

Nos últimos tempos, os municípios brasileiros se viram às voltas com um aumento assustador em suas funções, assumindo até mesmo questões como a segurança pública, que, segundo a Constituição Federal, é de competência do Estado. Mas, ai dos prefeitos que se não se mexerem em busca de melhorias para a segurança de suas cidades!

Enquanto isso, a União centralizava cada vez mais, os recursos financeiros, e agora, recentemente, os municípios mineiros passaram a enfrentar um problema extra: os atrasos na liberação de recursos por parte do governo de Minas Gerais, inclusive para a Saúde.

Fico feliz de ver que a Amvale – tão importante na defesa dos municípios – esteja recebendo a valorização que merece. Espero que a sede própria da Amvale seja só um indício de novos tempos para todos os municípios brasileiros e assim, para a população tão precisada de segurança pública, saúde, educação, moradias, infraestrutura, emprego e renda, esporte e lazer...

Adeus, 2017 – Em termos pessoais e de mandato, tenho muito o que agradecer a Deus por 2017. Foi uma honra ter sido eleito para liderar a 5ª maior bancada da Câmara – com 38 deputados -, e sem dúvida um dos partidos que mais se destacaram nas eleições municipais de 2016. O PSD é hoje a terceira maior força política do país. Só em Minas Gerais elegeu 57 prefeitos, 49 vice-prefeitos e 460 vereadores para 2017/2020. A gestão de um ano, ainda em vigência, à frente da liderança do PSD, tem sido um tempo de angústias, de pressões, de lutas, mas também de aprendizado, de vitórias e de importantes contribuições para o Brasil.

Agora é lei - Também comemorei vitórias importantes no que se refere a projetos de minha autoria, incluindo a sanção, pela Presidência da República, da lei que exige do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil a divulgação dos valores arrecadados por meio do Adicional ao Frete para Renovação da Marinha Mercante e a destinação de recursos ao Fundo de Marinha Mercante.

Função social – Já a Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei 5.439/2013, que prioriza o uso dos recursos apreendidos no tráfico de drogas para os programas de tratamento e recuperação de dependentes químicos. Nosso país é carente de projetos específicos para a recuperação e reinserção social dessas pessoas. Usar o valor dos materiais apreendidos a favor desta causa é um ganho para a sociedade.

Reconhecimento - Tive a honra de receber dois prêmios importantes em 2017 – um deles do Congresso em Foco, por ter ido eleito o parlamentar que mais se destaca na defesa da agropecuária, segundo avaliação de um júri especializado. E a lista do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar – o Diap - indicou meu nome entre os 100 parlamentares mais influentes do Congresso Nacional, um dos nove de Minas Gerais, estado que tem uma bancada de 53 deputados federais e três senadores.

Ter o nome destacado entre tantas lideranças do Congresso Nacional, inclusive entre os que trabalham pela agropecuária, é um privilégio, uma honra e uma grande alegria.

Apoio – Além disso, tive a oportunidade em 2017 de colaborar com dezenas de municípios onde sou majoritário ou tenho base eleitoral significativa. Seja através de emendas ao Orçamento da União ou da conquista de parcerias, pude contribuir um pouco com os projetos destas cidades, e com várias entidades e instituições que trabalham em favor dos mais necessitados. Gostaria de poder fazer muito mais. Entretanto, dentro das minhas possibilidades políticas fiz tudo o que podia.

Enfim, 2018 – Mesmo com vitórias importantes para meu mandato, não posso negar que 2017 foi um ano triste, difícil, cheio de desafios e de notícias ruins – ainda que elas estejam melhorando nos últimos meses. Impossível dormir tranquilo num país com milhões de desempregados, com a segurança pública e a saúde em crise, com a população se distanciando da política. Espero que 2018 seja um novo tempo.

QUE VENHA UM 2018 MELHOR E MAIS FELIZ PARA TODOS OS BRASILEIROS!

*Deputado federal majoritário no Triângulo Mineiro e em várias cidades de outras regiões do Estado, Marcos Montes é médico, está no terceiro mandato na Câmara; é líder do Partido Social Democrático (PSD) – a 5ª maior bancada, com 38 parlamentares; fundador e presidente do partido em Uberaba; é membro e ex-presidente (2015/2016) da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA); ex-prefeito de Uberaba em duas gestões, e ex-secretário de Estado de Desenvolvimento Social e de Esportes em Minas Gerais

IMAGEM

Majoritário no Triângulo Mineiro, o deputado federal Marcos Montes (ao microfone) participou de solenidade em que o prefeito de Uberaba, Paulo Piau, e o atual presidente da Amvale, prefeito de Pirajuba, Rui Ramos, assinaram o contrato de doação de área para a entidade representativa dos municípios (Foto: André Sanbtos)