// Palavra do Deputado

01/07/2018

CONCORRÊNCIA PÚBLICA É ABERTA PARA CONSTRUIR UBS NO RESIDENCIAL 2000 DE UBERABA

Saúde em destaque – Abro a coluna de hoje compartilhando com vocês a alegria pela abertura de concorrência pública para a construção da tão sonhada e reivindicada Unidade Básica de Saúde do Residencial 2000, em Uberaba – onde funciona uma UBS improvisada. 

Motivos de sobra - Estou comemorando a publicação no Porta-Voz – jornal oficial do município -, seja por estar contribuindo diretamente com a obra, seja pelo carinho especial que tenho pelo bairro - idealizado durante minha gestão de prefeito de Uberaba, com início de sua implantação.

Concorrência - De acordo com o edital, as empresas interesssadas têm até dia 8 de fevereiro de 2018, às 15h, para entregar os documentos de habilitação e a proposta de preço na sala de reuniões da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos da Prefeitura de Uberaba - avenida Dom Luis Maria Santana, 141, bairro Santa Marta. 

Emenda - Do total do valor estimado para a obra - R$ 1,22 milhão -, pude colaborar com R$ 659 mil – emenda de minha autoria, já liberada, e cujos recursos estão depositados na conta do Fundo Municipal de Saúde de Uberaba.

Projeto - Esta semana, através do secretário de Saúde, Iraci Neto, tive acesso à planta da UBS, elaborada pela Secretaria de Planejamento (Seplan), e fiquei encantado – assim como sei que os moradores do Residencial 2000 também vão ficar.

Reconhecimento - Recursos para a UBS do Residencial 2000 estão entre as emendas que apresentei ao Orçamento da União para a Saúde em Uberaba e que foram liberadas em 2017, somando quase R$ 8 milhões. O prefeito Paulo Piau fez questão de reunir imprensa, amigos e entidades beneficiadas, dia 10/11/2017, para divulgar as emendas destinadas pelo meu mandato para a Saúde em Uberaba.

Detalhes 1 - Coube ao secretário Iraci Neto, fazer a apresentação das emendas, informando que R$ 5 milhões 753 mil 279 foram destinados ao Fundo Municipal de Saúde de Uberaba. Estes recursos beneficiam o Instituto dos Cegos, Serviço Integrado de Saúde Maria Modesto Cravo, Hospital Dr. Hélio Angotti, Hospital Beneficência Portuguesa, Mário Palmério Hospital Universitário (Uniube), Hospital da Criança, Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caism), APAE Uberaba, Hospital de Clínicas (UFTM), Centro de Testagem Anônima, Centro de Saúde Professor Eurico Vilela, Unidade Regional de Saúde/URS São Cristóvão, Unidade Regional de Saúde/URS Boa Vista, Unidade de Pronto-Atendimento/UPA Parque do Mirante, Unidade de Pronto-Atendimento/UPA São Benedito.

Detalhes 2 - Emendas direcionadas ao Fundo Municipal de Saúde também estão sendo usadas na atenção básica (equipamentos); na atenção especializada; na compra de equipamentos para o Hospital Regional; além dos R$ 659 mil para construção da Unidade Básica de Saúde/UBS no Residencial 2000.

Repasse direto - Na oportunidade, Iraci Neto lembrou que, além dos recursos do fundo municipal, destinei emendas também, diretamente aos hospitais de Clínicas/Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Universitário/Universidade de Uberaba, da Criança, Beneficência Portuguesa e Hélio Angotti (do Câncer). 

Lamento - E fiquei surpreso com a informação do secretário de Saúde de Uberaba de que minhas emendas para a Saúde, em 2017, superaram os valores destinados ao longo do ano pelo governo do Estado - que ainda deve cerca de R$ 45 milhões de serviços prestados pela cidade. Surpreso e triste, pois estes atrasos provocam sérios problemas para o atendimento à população.

Orgulho - Diante da crise econômica nacional e dos problemas enfrentados pelas cidades mineiras em especial, as emendas parlamentares têm sido de grande importância para os prefeitos. Sei que é pouco diante do que as cidades precisam, mas tenho orgulho de poder participar e colaborar com os municípios onde tenho base eleitoral e ou política. Em 2017 foram cerca de R$ 15 milhões destinados a estes municípios, priorizando a Saúde, mas sem esquecer segurança pública, educação, esporte, infraestrutura. 

Desenvolvimento em destaque – Com proposta de ser implantado próximo ao Terminal Integrador da VLI - em área localizada perto do KM 116, na BR/050, o futuro Aeroporto Internacional de Cargas e Passageiros do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, quando concretizado, trará benefícios aos dois maiores municípios da mesorregião – Uberaba e Uberlândia -, com impacto em pelo menos outras cinco dezenas de cidades.

Outorga - Converso com vocês sobre esse assunto, por uma razão muito simples: a polêmica que se criou em torno da outorga concedida a Uberaba e que teria desagradado a lideranças da cidade vizinha.

Justiça feita - Inicialmente cumprimento as lideranças de Uberaba pela conquista da outorga – e faço isso através do prefeito Paulo Piau, lembrando que se trata de uma luta antiga dele, e insistentemente defendida onde quer que ele encontrasse alguém com algum poder de influência e ou decisão sobre o assunto. Não se trata de uma outorga caída do céu, mas sim, do resultado de uma ampla mobilização.

Abrangência - Preâmbulo feito, eis que passo ao que realmente interessa a todos – e quando digo “a todos” estou me referindo a Uberaba, Uberlândia, a todas as cidades da mesorregião do Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, aos mineiros de toda Minas Gerais. Complexo - E o que interessa a todos é saber que o aeroporto não encerra o projeto em si mesmo. Ele integra um complexo muito mais amplo, que inclui rodovia e ferrovia – não esqueçam que logo ao lado está o Terminal Integrador da VLI, o maior terminal de transbordo de açúcar e grãos do mundo.

Parceria - Os antigos embates entre Uberaba e Uberlândia têm que ser só isso – antigos. Têm que ficar no passado, onde é o lugar das coisas ultrapassadas, que não contribuem com o presente e muito menos com o futuro de nenhuma das duas cidades, nem com a região. A saída hoje, tem o nome de PARCERIA. Nunca a união de forças e de esforços foi tão importante – ou melhor, tão imprescindível!

Celeiros -Não é segredo pra ninguém que Uberlândia e Uberaba são celeiros de gente da mais alta qualidade – seja em termos de lideranças políticas, classistas e comunitárias, seja olhando pelo conjunto de suas respectivas populações. Cada uma com suas características e peculiaridades próprias, Uberaba e Uberlândia conquistaram seus espaços e seguem lado a lado, rumo ao desenvolvimento econômico, humano e social tão almejado por todos nós. As conquistas de Uberaba não diminuem a importância das conquistas de Uberlândia e vice-versa. Elas se somam...

Um abraço e até a semana que vem.

*Marcos Montes é deputado federal majoritário no Triângulo Mineiro e em várias cidades de outras regiões do Estado. É médico, está no terceiro mandato na Câmara; é líder do Partido Social Democrático (PSD) – a 5ª maior bancada, com 38 parlamentares; fundador e presidente do partido em Uberaba; é membro e ex-presidente (2015/2016) da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA); ex-prefeito de Uberaba em duas gestões, e ex-secretário de Estado de Desenvolvimento Social e de Esportes em Minas Gerais