// Palavra do Deputado

30/07/2017

Prefeito de Uberaba demonstra respeito aos uberabenses com a escolha da gestão do Hospital Regional

Bem-vindos... Sei que os temas nacionais estão na ordem do dia e geralmente eles têm espaço garantido nas minhas conversas semanais com vocês. Mas, me permitam lançar mão desta edição para refletir sobre um assunto regional, ou mais precisamente, um assunto diretamente relacionado a 27 municípios da minha base política e eleitoral.

Saúde em destaque - Me refiro ao Hospital Regional de Uberaba, que será inaugurado em agosto deste ano, e que tem mobilizado o Triângulo Mineiro – onde, a exemplo do que está acontecendo Brasil afora, a população clama por leitos, por atendimentos de urgência e emergência, por saúde pública de qualidade.

Fiscalização - Dia 28/07, sexta-feira, o prefeito Paulo Piau (PMDB) e o companheiro de PSD, Iraci Neto, secretário de Saúde de Uberaba, anunciaram oficialmente o modelo de gestão do novo hospital, que vai funcionar inicialmente na área de média complexidade. Todo o gerenciamento será feito com apoio e fiscalização do Conselho Gestor - colegiado composto por representantes públicos das esferas municipal, estadual e federal, além de conselheiros, e portanto, representantes do povo.

Solução caseira - A novidade, entretanto, não se resume ao colegiado especial. Tão importante quanto o cuidado com o acompanhamento da gestão é a solução caseira anunciada pelo prefeito e o secretário de Saúde de Uberaba para “tocar” o hospital.

Ineditismo - Numa demonstração de coragem, confiança, reconhecimento, respeito e consideração com os uberabenses, o prefeito Paulo Piau articulou uma parceria sem precedentes. A Universidade de Uberaba – Uniube, instituição particular, através de seu hospital universitário, e a Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM, através da Fundação de Ensino e Pesquisa de Uberaba, a Funepu, vão dividir as operacionalizações técnicas, administrativas e clínicas do Hospital Regional de Uberaba.

Luta - É bom lembrar que, para chegar até este momento que antecede a abertura do Hospital Regional, a luta foi árdua, incansável. Testemunhei e até participei de boa parte das articulações, e mais do que ninguém eu posso assegurar que foi uma verdadeira guerra (no bom sentido).  Os empecilhos, os entraves, as dificuldades foram sendo vencidos passo a passo, viagem a viagem, reunião a reunião, telefonema a telefonema. E finalmente o governo federal garantiu o aporte de R$ 3 milhões para a primeira fase do Hospital Regional, enquanto o governo estadual se comprometeu com o custeio, e os 27 municípios da jurisdição do hospital já acertam os detalhes sobre a participação na manutenção do local.

Cidadania - Além do prefeito de Uberaba e do companheiro Iraci Neto – que tem se revelado um homem público da mais alta qualidade -, quero realçar o compromisso com Uberaba demonstrado pelos reitores Marcelo Palmério, da Uniube, e Ana Lúcia de Assis Simões, da UFTM. É digno de respeito e de aplausos o envolvimentos destes dois cidadãos com a saúde da população de Uberaba.

Um abraço e até a semana que vem.

*Marcos Montes é médico, está no terceiro mandato de deputado federal; é líder da bancada do Partido Social Democrático (PSD) na Câmara, fundador e presidente do partido em Uberaba; majoritário no Triângulo Mineiro; membro e ex-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA); ex-prefeito e ex-secretário de Estado em Minas Gerais. Ele escreve esta coluna semanalmente

FOTO

SAÚDE EM FOCO  – Secretário-adjunto de Saúde em Uberaba, Luciano Corrêa de Paiva; líder do PSD na Câmara e presidente do partido e deputado federal majoritário em Uberaba e no Triângulo Mineiro, Marcos Montes; promotora de Justica da Saúde, dos Direitos dos Deficientes e Proteção aos Idosos, Cláudia Alfredo Marques; conselheiro estadual de Saúde em Uberaba, Jurandir Ferreira; titular da Secretaria de Saúde de Uberaba, Iraci Neto (Foto: Marco Aurélio Ferreira Cury)